Presidente da Câmara de Caarapó apresenta balanço antes do recesso parlamentar

Vereador Gilberto Segóvia (PSDB) destacou trabalhos desenvolvidos pelo Legislativo municipal durante o primeiro semestre do ano

Redação


Foto: Divulgação/Câmara Caarapó

O presidente da Câmara Municipal de Caarapó, vereador Gilberto Segóvia (PSDB), apresentou na segunda-feira (10), durante a última sessão ordinária antes do recesso parlamentar, um balanço das ações do Legislativo durante o primeiro semestre deste ano.

De acordo com o presidente da Mesa Diretora, diversas indicações, requerimentos e moções foram apresentados pelos vereadores neste semestre, proposições que visam ações e melhorias para a população. Conforme o registro da secretaria houve um considerável aumento nas proposituras, se comparado ao último semestre de 2022.

Na oportunidade, os vereadores fizeram uso da tribuna destacando suas ações, parabenizaram a Mesa Diretora pela condução das pautas e elogiaram a gestão do presidente Gilberto pelo bom trabalho na Casa de Leis, destacando-o como moderno e eficiente.

Durante seu pronunciamento, Gilberto Segóvia agradeceu aos colegas vereadores pelo apoio e companheirismo, destacou a atuação e gestão do prefeito André Nezzi e as ações do secretariado municipal frente às demandas encaminhadas, e também apresentou um balanço deste semestre.

“Em breve resumo dos trabalhos apresentados, tivemos 376 indicações, Indicações, 27 Requerimentos, 38 Projetos de Leis aprovados, 42 Moções apresentadas. Se comparado ao mesmo período do ano passado, tivemos um considerável aumento de proposições e de projetos aprovados bem como agilidade na tramitação”, disse o presidente.

Recesso parlamentar

De acordo com a Lei Orgânica do município, “são considerados recessos legislativos os períodos de vinte e um de dezembro a trinta e um de janeiro e de onze a vinte e três de julho”. Dessa forma, o parlamento volta suas atividades no dia 24 de julho, na segunda-feira com sessão ordinária.

No entanto, segundo informou o presidente Gilberto, havendo necessidade, os parlamentares poderão ser convocados para sessões extraordinárias durante este período. “Os vereadores continuam trabalhando no recesso, inclusive, aproveitamos este período para visitar obras e se reunir para discutir assuntos de interesse do município, e caso seja necessário, os vereadores poderão ser convocados extraordinariamente, conforme prevê o dispositivo regimental do Poder Legislativo” explicou o presidente.