Com foco na imunização, Projeto ‘MS Vacina Mais’ atinge 74 municípios do Estado

Assessoria/Governo MS


Foto: Álvaro Rezende

O Governo do Estado, por meio da SES (Secretaria de Estado de Saúde) realiza o Projeto “MS Vacina Mais' que contou com a adesão de 74 municípios do Estado. O objetivo é fortalecer as estratégias de imunização junto aos municípios para que possam desenvolver diversas estratégias de vacinação como busca ativa, horários estendidos e até a instalação de drive-thru em atendimento à população.

A Coordenadora Estadual de Imunização da SES, Ana Paula Rezende Goldfinger, destaca que as ações do “MS Vacina Mais' têm movimentado a vacinação no Estado desde o início da implantação do projeto.

“Nós temos procurado oferecer diversas oportunidades aos municípios, auxiliando na criação de estratégias que possam contribuir para que eles possam melhorar as taxas de coberturas vacinais. Por meio do incentivo financeiro oferecido pelo Estado, nós pedimos aos municípios para que nos mostrassem quais seriam as melhores estratégias de vacinação, como por exemplo, a opção do drive-thru, mas deixando claro que cabe a eles o desenvolvimento dessa definição', explica.

Como forma de apoio, para impulsionar a vacinação, a Secretaria de Estado de Saúde contou com a parceria da SEJUSP (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) onde os municípios poderão realizar suas atividades dentro das estruturas físicas do Corpo de Bombeiros Militar ou da Polícia Militar, em cada município do Estado. Mas cabe a cada um deles, definir a sua estratégia.

MS Vacina Mais

Instituído em caráter provisório o Projeto ‘MS Vacina Mais’ estabeleceu por meio de duas resoluções (Resolução nº 43/SES/MS de 23 de junho de 2023 e a Resolução n. 62/SES/MS de 04 de agosto de 2023) os critérios e o fluxo para o repasse de incentivo financeiro estadual de custeio para o fortalecimento das ações de vacinação dos municípios em Mato Grosso do Sul.

Ao todo, o Estado disponibilizou o total R$ 3.175.500,00 o qual deverá ser empregado exclusivamente para pagamento de incentivo financeiro aos trabalhadores de saúde das secretarias municipais de saúde, designados para atuarem nas salas de imunização, a fim de custear plantões e horas extras, com o intuito de fortalecer e expandir as ações de imunização, possibilitando a realização de estratégias que contribuam para a melhoria das coberturas vacinais no Estado.

A Resolução nº 43/SES/MS estabelece como parâmetro de avaliação de incremento da cobertura vacinal das vacinas pactuadas no PQA-VS (Programa de Qualificação da Ações de Vigilância em Saúde) o alcance de incremento nos dois meses a partir da data de extração de 15,0% ou alcance de 95,0% nas quatro vacinas: Pentavalente, Poliomielite, Pneumocócica e Tríplice Viral, além da necessidade de alcance da meta de 90,0% de cobertura vacinal na Campanha Nacional de Influenza para os grupos prioritários como crianças, idosos, gestantes, puérperas, professores e profissionais da saúde.

De modo adicional, conforme estabelecido na Resolução n. 62/SES/M neste sábado (12), os municípios darão início as ações programadas no projeto “MS Vacina Mais Drive-Thru', trata-se de uma estratégia conjunta com a Secretaria de Segurança Pública para alocação de pontos de vacinação na estratégia extramuros nas unidades Militares e Locais de grande circulação de pessoas, e haverá divulgação pelos municípios dos locais de vacinação e horários estabelecidos de funcionamento da estratégia.

Coberturas vacinais

No Estado, alguns imunizantes ainda possuem baixas coberturas vacinais. Por isso, a SES ressalta que as vacinas apresentadas são seguras e quando tomadas estimulam o sistema imunológico a proteger a pessoa contra doenças transmissíveis. A SES ainda chama a atenção para a importância da vacinação para crianças até 5 anos de idade que são consideradas mais suscetíveis às doenças imunopreveníveis.

A proposta é que nas campanhas os municípios ofertem as vacinas estabelecidas na rotina para todas as faixas etárias previstas pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), como:

• Rotavírus; • Pentavalente; • Meningococo C; • Hepatite A; • Pneumocócica 10 valente; • Poliomielite; • Febre Amarela; • Hepatite A; • Tríplice Viral D1. • HPV. • Meningocócica ACWY.

Ainda serão disponibilizadas vacina das Campanhas Nacionais Covid-19 e da Influenza.